Como foi: Dia Internacional da Felicidade: Exibição do Documentário “Happy”

A exibição do documentário “Happy” foi ótima!

E não teria tanta graça se não estivéssemos em ótimas companhias. Obrigada pela presença: Diogo, Gabriel, Helena, Juliana, Julio, Matheus, Pétala, Mayara, Libia, Eloy e Patricia. Agradecemos especialmente ao Eloy pela oportunidade de realizar a sessão de “Happy” no Escritório Verde Utfpr.

Participantes da exibição do documentário "Happy", no Escritório Verde da UTFPR.
Participantes da exibição do documentário “Happy”, no Escritório Verde da UTFPR.

Para quem não pode ir, separamos alguns trechos e imagens do documentário “Happy” e esperamos que possa comparecer na próxima sessão!

“A fórmula da felicidade não é igual para todo mundo, mas a boa notícia é que fazer o que gostamos é um dos principais componentes para uma vida feliz. Brincar. Experimentar coisas novas. Amigos e famíla. Fazer coisas com significado. Apreciar aquilo que temos. Estas são coisas que nos fazem felizes e são gratuitas. E felicidade, quanto mais nós temos, mais todas pessoas têm.” Trecho da narrativa do documentário Happy

“A natureza, especialmente assim, é um bom remédio.” Roy Blanchard, em Louisiana Bayou (EUA).

Imagem do documentário "Happy", dirigido por Roko Belic.
Louisiana Bayou (EUA). Imagem do documentário “Happy”, dirigido por Roko belic.

“A felicidade depende 50% da genética, apenas 10% das circunstâncias (condição financeira, status social, idade, aonde você vive) e 40% de ações que você escolhe fazer.” Trecho da narrativa do documentário Happy

Imagem do documentário "Happy", dirigido por Roko Belic.
Gráfico da felicidade. Imagem do documentário “Happy”, dirigido por Roko Belic.

“A Dinamarca tem a maior proporção de pessoas vivendo em comunidades de habitação do que qualquer outra nação industrializada moderna. São lugares para viver aonde se compartilham tarefas e benefícios.” Trecho da narrativa do documentário Happy

Comunidade de habitação em Jernstoberiet, na Dinamarca. Imagem do documentário "Happy", dirigido por Roko Belic.
Comunidade de habitação em Jernstoberiet, na Dinamarca. Imagem do documentário “Happy”, dirigido por Roko Belic.

“A expressão ichariba chode significa que quando você conhece alguém, mesmo que por um único encontro, vocês se tornam irmãos por toda vida.” Senhora da província de Okinawa, no Japão

Senhoras da província de Okinawa, no Japão. Imagem do documentário “Happy” (2011), dirigido por Roko Belic.
Senhoras da província de Okinawa, no Japão. Imagem do documentário “Happy” (2011), dirigido por Roko Belic.

“Gratidão, compaixão, preocupação com o outro, amor. São estas as emoções que nos fazem pensar em algo maior do que nós. Quando nos preocupamos com o bem-estar do mundo, nossa vida se desenvolve. Podemos, de certa forma, transcender a nossa própria vida.” Ed Diener, PhD.

Tribo Bushmen do deserto do Kalahari, no Sul da África. Imagem do documentário “Happy” (2011), dirigido por Roko Belic.
Tribo Bushmen do deserto do Kalahari, no Sul da África. Imagem do documentário “Happy” (2011), dirigido por Roko Belic. 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s